COCRIAÇÃO: COMO CONSTRUIR UM PRODUTO OU SERVIÇO JUNTO COM O CLIENTE

março-2020

O método da Cocriação representa uma mudança muito grande para muitas empresas que, ao invés criar um produto “para alguém”, passam a desenvolver um produto “com alguém”

Atualmente, se fala muito da importância em envolver os clientes durante o desenvolvimento de um produto ou serviço. Os responsáveis, na maioria das vezes, por fazer esse papel são os designers. Eles partem do pressuposto de que as pessoas precisam de algo para resolver um problema ou uma dor. Nessa hora, um método que pode ajudar é a cocriação. Isso significa que o cliente não vai só dar sua opinião, vai literalmente produzir algo junto com os designers.

É uma mudança muito grande, pois saímos do desenvolver “para alguém” e vamos para o desenvolver “com alguém”.

Assim, os clientes se sentem incluídos e criam algo útil que irá resolver uma necessidade. Para os designers, é um bom momento para diminuir egos, acabar de vez com achismos e deixar de levar em consideração apenas o gosto pessoal ou modismo. O cliente está lá, do lado, e não vai deixar passar nada que não o represente ou que não faça sentido.

E como fazer isso funcionar na prática?

Reconheça seu ambiente

Antes de começar o processo, você precisa entender se a sua empresa acredita em se desenvolver com o cliente e fazer coisas realmente úteis para ele. Apesar da incomparável recompensa, não são todas as empresas que estão dispostas a mudar o processo atual. O apoio da direção da empresa é muito importante para atingir o sucesso e não deixar as coisas saírem dos eixos. Também não pode faltar comunicação do que irá acontecer para todos os funcionários. Não se esqueça que há muitas burocracias envolvidas e que devem ser flexibilizadas, como liberação de acesso, rede wi-fi e até equipamentos.

Crie um grupo de clientes

Convide e selecione pessoas para trabalharem junto com a equipe de design. Essas pessoas podem ser seus clientes ou usuários de produtos concorrentes, pois já usam o produto ou serviço e podem trazer ideias valiosas por causa das suas experiências. As pessoas devem se revezar durante a semana. Três ou quatro clientes por dia basta. A variação dessas pessoas também é importante para não viciar a equipe de designers. Ah, remunere esses participantes. Eles vão trabalhar junto com os funcionários. Nada mais justo do que receberem por isso. Pense em um valor justo. Nada de pagar apenas uma bonificação ou um lanche. Pague o dia de trabalho, transporte e alimentação. Adicione mimos se achar necessário, como brindes. Dica: uma boa seleção é imprescindível. Escolha pessoas diferentes, com faixa etárias diversas e sempre comunicativas.

Organize-se para receber bem

Ser um bom anfitrião não é uma tarefa simples e os mínimos detalhes fazem a diferença. Torne a participação dos clientes a mais natural possível. Organize a agenda do seu time para começar pelo menos uma hora antes do grupo de clientes chegar. É nesse início do dia que você fará o alinhamento de equipe e atividades a serem desenvolvidas. Deixe separado os materiais necessários para workshops, dinâmicas, brainstorms e outras atividades do dia a dia da criação e concepção da equipe de design.

Quando os clientes chegarem, faça eles ficarem à vontade. Sirva um café da manhã, nem que seja simples: café, água e bolachas. Na primeira vez que conhecerem o time, peça para cada um falar o seu nome, idade, o que gosta de fazer, como foi o final de semana, etc. A vantagem da criação desse relacionamento é fazer com que todos os lados pratiquem a empatia e o respeito pela história de vida do próximo. Além disso, quando forem expressar suas opiniões sobre algo vão fazer de forma mais humana.

Dicaescreva o nome de cada participante em uma etiqueta.

Peça ao seu time para não expor ou discutir problemas da empresa com os visitantes, afinal roupa suja se lava em casa.

A equipe de designers deve aproveitar os horários de almoço e lanche para conversar sobre coisas cotidianas com o grupo de clientes.

No final do dia, peça aos visitantes para darem feedbacks das atividades que participaram. Caso algo não esteja funcionando conforme o esperado, faça adaptações e converse com os designers após os clientes irem embora. Esse momento deve ser usado também para documentar comentários e percepções que os designers tiveram ao longo do dia. Mesmo que cansados, não deixe para fazer no início do dia seguinte, pois muitas informações vão se perder, melhor quando ainda está tudo fresco na memória.

Espalhe as vantagens

Compartilhe com toda a empresa a cada semana o que acontece no processo de cocriação. Pode ser em formato de apresentação de slides, vídeos em TVs ou fotos em uma exposição. O importante é criar a cultura de que desenvolver com um propósito claro é melhor para todos. Além da sensação boa que causará, pense no marketing orgânico. Certamente, os funcionários e participantes sentirão que estão em uma empresa que realmente faz um trabalho sincero e honesto, que não está preocupada apenas com dinheiro.

Trabalhar com cocriação é uma mina de ouro. Você tem um produto ou serviço com mais qualidade e útil. A empresa ganha dinheiro proporcionando uma boa experiência para os clientes. Os clientes se sentem satisfeitos e felizes por usar algo que funciona e atende suas necessidades reais. Eles recomendam para amigos e familiares que sucessivamente fazem o mesmo. E, então, a empresa vai bem, obrigado!

Fonte: https://digitalks.com.br/artigos/cocriacao-como-construir-um-produto-ou-servico-junto-com-o-cliente/

NOVIDADES